quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Jovem Pan - a Rádio do Brasil e dos Esportes



Caros Amigos,





Continuo neste blog, fazendo minhas análises sobre as grandes rádios do Brasil, dando dicas sobre os programas e contando um pouco da história da emissora. Desta vez, a homenageada é a rádio Jovem Pan, uma rede de emissoras de rádio brasileira voltada ao jornalismo e transmissão esportiva. Fica sediada na Avenida Paulista, no número 807, na cidade de São Paulo, além de possuir outra rede de estações de rádio em FM conhecida como Jovem Pan 2 FM.


A história da rádio Panamericana de São Paulo começou no dia 3 de maio de 1944, na sua primeira sede, rua São Bento, 279. Teve como prefixo as primeiras notas da Quinta Sinfonia de Beethoven que, no código morse, representavam o "V" da Vitória. Em novembro desse mesmo ano, a emissora foi comprada por Paulo Machado de Carvalho, passando a integrar o Grupo das Emissoras Unidas. Em 1945 a Panamericana, que nasceu para transmitir novelas, foi transformada em "a emissora dos esportes", por Paulo Machado de Carvalho, com o projeto executado pelo então empossado diretor-geral Paulo Machado de Carvalho Filho.


Em 1964, ainda ligado à TV Record, Antonio Augusto Amaral de Carvalho, outro filho de Paulo Machado de Carvalho, assumiu definitivamente a direção da emissora, onde já havia estagiado. O nome fantasia "Jovem Pan" surgiu em 1965, dado por Paulo Machado de Carvalho, para rejuvenescer o nome da emissora, já que estava envolvida com muitos eventos e fatos da atualidade. A grande transformação da Panamericana começou em 1966. Já com o nome fantasia de Jovem Pan, a rádio iniciou vários programas com ídolos da música popular brasileira que, na época, faziam grande sucesso na TV Record.


Na década de 1970, a emissora passou a investir em jornalismo, período em que surgiram a "Equipe Sete e Trinta", o "Jornal de Integração Nacional" e, finalmente, o "Jornal da Manhã", que até hoje é uma referência no jornalismo de rádio em todo o país. Em 1973, Antônio Augusto Amaral de Carvalho adquiriu as ações da emissora dos irmãos Paulo Machado de Carvalho Filho e Alfredo de Carvalho, tornando-se seu único proprietário. Em 1976, a Jovem Pan deixou a avenida Miruna, e se instalou da avenida Paulista, 807, 24º andar. Ainda neste ano, foi inaugurada a Jovem Pan 2 FM, com sede no mesmo local.


Em 1993, a emissora iniciou o Projeto Jovem Pan-SAT, que teve sua implantação em 1994, com sinal de áudio totalmente digital, transmitindo via satélite para várias regiões do país. Em 1996, a Jovem Pan-SAT atingiu a marca de 15 milhões de ouvintes em todo o Brasil. A Jovem Pan AM é uma das mais antigas emissoras de rádio noticiosas da cidade de São Paulo, estando entre as mais ouvidas. O formato de jornalismo e prestação de serviços começou na década de 1970 e perdura até os nossos dias. Na época, ao lado da Rádio Eldorado, a Jovem Pan AM era uma das únicas rádios noticiosas da cidade.


Os jingles, as músicas e as vinhetas também são bastante tradicionais. Pontualmente, às 7 horas da manhã, todos os dias da semana, há pelo menos 30 anos, são tocados trechos das músicas "Tema de São Paulo - Amanhecendo - O tempo e a hora", do compositor Billy Blanco, consideradas por muitos como um hino dos paulistanos. No começo de 2000, a rádio chegou a tentar mudar o horário da execução desta música, mas os ouvintes reclamaram e manteve-se o horário original. Por 57 anos, Narciso Vernizzi foi repórter esportivo e meteorológico da rádio e grande parte dos repórteres, locutores e redatores tem décadas de trabalho na rádio.


Quem ainda não teve a oportunidade de ouvir a programação ou deseja conhecer melhor a história desta emissora, basta acessar o site que é http://jovempan.uol.com.br/jp/. Vale a pena conferir.

5 comentários:

Clemerson Mendes disse...

Não há dúvidas de que a Panamericana ou Pan é a maior rede de rádios do Brasil. Um programação de dar gosto para todos nós que adoramos rádios, e o que falar da cortina sonora da Pan? Melhor que a dela só a da Globo.
Como você diz no seu título... Jovem Pan com certeza é a rádio do Brasil.

Lucas Matheus de Carvalho disse...

Grande Ivan Ambrósio. Como sempre, estou passando aqui no seu blog para prestigiar seus textos. Acho bem interessante essas análises que você faz sobre as principais emissoras de rádio do país. Sobre a Jovem Pan, realmente, é a maior rede de rádios do Brasil, com uma programação jornalística de primeira linha. Sintonizado na Pan, o ouvinte fica por dentro das últimas notícias em tempo real, sem contar que final de semana é só esporte. Vale ressaltar que aqui em Araçatuba, nós temos uma emissora afiliada a Rede Jovem Pan, que é a Jovem Luz AM 1110 Khz. Assim, é possível ter uma conexão direta com a programação de São Paulo. Parabéns pelo post! Abraços.

Diego Fernandes disse...

Olá Ivan! Pois é, trabalhando em uma das mais de 130 emissoras afiliadas da Jovem Pan, aprendi a gostar de toda a programação. A música tema de São Paulo é uma marca pra mim e também pro início do meu dia de trabalho. Mais do que nunca: "As notícias quee você precisa ouvir, você ouve aquii". Rádio Jovem Pan - A Rádio do Brasil!

Anônimo disse...

ola, meu nome e Conrado Vieira e gostaria de saber se: o "grupo emissoras unidas" ainda existe? estou procurando informacoes sobre a extinta radio Sao Paulo e ao que parece a radio Sao Paulo fez parte do emissoras unidas, essa informacao procede? caso sim, aonde eu poderia me informar melhor?

grato pela sua atencao

Paulo Panossian disse...

Rádio Panamericana/Jovem Pan, se registram como um dos pilares do desenvolvimento do Estado de São Paulo. Ousadia, coerência e independência na informação, sempre estiveram presentes nesta vitoriosa tragetória radiofônica. E para coroar a grandeza desta entidade Jovem Pan, sua matriz não poderia estar em outro endereço,senão na mais bela das avenidas de São Paulo, a nossa aconchegante, e pomposa Avenida Paulista. Jovem Pan um produto exportação! Parabens à todos os envolvidos.