sábado, 4 de abril de 2009

Há 15 anos falecia a Bruxa do 71


Caros Amigos,

No dia 25 de abril de 1994, a turma do seriado Chaves perdia uma de suas personagens principais: Angeline Fernandez, ou a Bruxa do 71, como era mais conhecida no seriado, completando 15 anos de sua morte, deixando a legião de fãs chavesmaníacos tristes.

Angelines ficou conhecida por sua brilhante atuação interpretando a emblemática Dona Clotilde, também conhecida como Bruxa do 71 no seriado Chaves. A atriz era a única do elenco principal nascida fora do México. A atriz nasceu em 9 de julho de 1922, na cidade de Madri, Espanha. Em 1947, tentou emigrar para o México, com o objetivo de fugir da ditadura que crescia na Espanha, mas não conseguiu ser refugiada. Acabou se estabelecendo em Cuba para regularizar a sua documentação, até que, em 1950, conseguiu se mudar definitivamente para o México.

Angeline começou sua carreira profissional fazendo rádio-novelas e, ao mesmo tempo, teatro e cinema. Foi uma das pioneiras do cinema mexicano, atuando em filmes de Mario Moreno "Cantinflas" e Artur de Córdoba.Se tornou famosa trabalhando com Roberto Gómez Bolaños "Chespirito" na série Chaves, onde interpretou por mais de 23 anos a personagem Dona Clotilde, a Bruxa do 71. Participou de outras séries criadas por Chespirito, como Chapolin Colorado.

Ao longo de sua carreira como atriz, atuou em muitos filmes: "Misterios de la magia negra" (em 1957), "Mi niño, mi caballo y yo" (em 1958), "El esqueleto de la señora Morales" (em 1959), "El Padrecito" (em 1964), "Estrategia matrimonial" (em 1966), "Despedida de casada" (em 1967), "Corona de lágrimas" (em 1968), "Oye Salomé!" (em 1978), "El Chanfle" (em 1978), "El Chanfle 2" (em 1981), "Charrito" (em 1983), "Bella entre las flores" (em 1990).

Quando Ramón Valdez (intérprete do Seu Madruga) morreu, em 1988, Angelines Fernández foi uma das pessoas que mais sofreram. Eles eram velhos amigos. Já tinham trabalhado em alguns filmes juntos, ainda antes de integrarem o grupo de atores das séries de Roberto Gómez Bolaños. Foi graças a indicação de Ramón Valdez que Fenández passou a integrar o grupo de comediantes de Chespirito. A história é a seguinte: Angelines pediu a Ramón que perguntasse a Chespirito se ele não tinha nenhum papel para ela. Então, Chespirito a inseriu ao seu grupo de atores e criou, na série Chaves, a personagem Dona Clotilde.

O maior êxito como atriz foi encarnar a personagem Dona Clotilde, cujo a característica principal era ser feia. Curiosamente, Angelines foi, em sua juventude, considerada uma das mulheres mais belas do México nos anos 40. Acredite se quiser...

Paloma Fernández, filha única de Angelines Fernández, contou em entrevista que na vida real a sua mãe era vista realmente como uma "bruxa" pelas crianças e ela não gostava disso, ficava brava igual a Dona Clotilde. A atriz faleceu em 25 de março de 1994, aos 71 anos de idade, com câncer no pulmão, devido ao fumo em excesso. Seu corpo descansa em Mausoleos del Ángel, no México.

Outro fato lembrado por sua filha nesta entrevista foi que quando Ramón Valdés (Seu Madruga) morreu, em agosto de 1988, o enterro foi acompanhado por muita gente. E, como afirma Edgar Vivar (Sr. Barriga), todos aplaudiram quando terminaram de enterrá-lo. Há outro fato emocionante que também é comentado pelos que estiveram presentes. Angelines Fernández (D. Clotilde), que era muito ligada a Ramón, sofreu muito.

E, no enterro, ficou parada duas horas diante da sepultura de seu companheiro, chorando e falando sozinha, como se estivesse conversando com Ramón. Uma filha de Angelines disse que a mãe nunca mais foi a mesma depois da morte dele. Que descuidou da saúde, envelheceu mais rápido. Era sem dúvida uma forte amizade. As filhas de Ramón Valdés afirmaram que o pai era muito amigo especialmente de Carlos Villagrán (Quico), Edgar Vivar e Angelines Fernández.

E para relembrar um episódio interpretado por Angeline, segue abaixo o vídeo do dia em Chaves, Chiquinha e Quico tentam entrar na casa da mesma para entregar o jornal. Só que neste episódio tem um detalhe: ele não entram na residência, pois ao chegarem na porta, já imaginam coisas assustadoras. É ver para dar boas risadas:





Obrigado Angeline por nos proporcionar belas gargalhadas no seriado Chaves, que até hoje é sucesso de público!!

13 comentários:

blogdozemarcos.com disse...

::: Poxa, Ivan, que texto magnífico! Não sabia da história da "Bruxa do 71" e nem que tinha sido tão linda quando jovem. Emocionei-me com a reação dela à morte do amigo. Bela homenagem!

Blog do Cláudio Henrique disse...

Ow cara, a Bruxa era demais. Aquela frase dela "Ai minha nossa!" é a mais clássica da tv, kkkkkkk. Eu sempre fui fã dos episodios que ela participava, ficavam mais engraçados. Abraçao, cara.

Anônimo disse...

ow, pesoal.. belíssima homenagem.. em tempos de programas realmente ridículos, é muito gostoso ainda assistir os episódios do chaves e rever essa fantástica Bruxa do 71 (ops, Dona Clotilde).. rsrsrs

Anônimo disse...

Eu adorava o epissodio no qual ela procurava o Satanas ehehe

Brunex disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Felipe disse...

Adorava ela, mesmo sabendo que nunca a vi.
E triste saber que a pessoa ja morreu e nem tivemos oportunidade de ve-la.
So depois da morte que lembramos disto

Anônimo disse...

nun sabia dessa . mais adorei muito dona clotilde foi um marco .adoro o chavez e seu personagens. fico muito triste en saber que eles não são mais vivo....

Anônimo disse...

sei,não tive o imenso prazer de conhecer estes queridos personagens,e pessoas,mas posso dizer,que é um prazer,sempre olhar,este progama,com todos esses queridos,nos deixaram saudades.

Anônimo disse...

Você que diz ser o cara na verdade não é o cara os caras são o pessoal do CHAVES que a muitos anos vem encantando há milhares de telespéctadores e nunca deixando de os fazer rir ,esses sim SÃO OS CARAS.Tiro o meu chapéu para vocês e fico de pé aplaudindo com muita emoção vocês obrigada pelos anos que me proporcionaram várias gargalhadas.

Anônimo disse...

Amei o texto que vocês me proporcionaram tiro outra vez como disse acima meu chapéu e aplaudo de pé. INGRID

Anônimo disse...

Você que diz ser o cara na verdade não é o cara os caras são o elenco do chaves que até hoje faz nós,telepéctadores ,rirmos nos divertimos e nunca perde a audiencia adimiro muito vocês do elenco do chaves que até hoje está proporcionando dias e dias de risadas,aplaudo de pé e tiro o meu chapéu para vocês do elenco do CHAVES que até hoje está no meu coração S2 OBRIGADA por TUDO caras .INGRID M.

Anônimo disse...

ACHEI QUE VOCE FOSSE POR FOTOS DA BRUXA QUANDO NOVA.NO ENTANTO VOCE FOI NO WIKIPEDIA E COPIOU O TEXTO.VOCE PODERIA TER SIDO MAIS ORIGINAL.NAO GOSTEI!!!

Anônimo disse...

amo muito o chaves e especialmente os que ja faleceram deixando muitas saudades.