sexta-feira, 25 de julho de 2008

A deficiência da Justiça Brasileira



Caros Amigos,


Com o passar dos tempos, percebemos o quanto as leis de nosso país são tardias e mostram grandes deficiências. Prova disso são notícias que são veiculadas sobre pessoas que roubam alimentos devido estarem passando fome e acabam sendo presas, enquanto vemos deputados, senadores, enfim, uma grande maioria dos políticos roubando dinheiro na "cara dura" e nada acontece com isso.


Isso nos causa grande indignação, que trabalhamos o ano inteiro para ganhar uma miséria, sem falar que uma boa parte de nosso salário acaba voltando para os cofres públicos devido aos juros que existem nos produtos e serviços que precisamos. Mas algo que causou indignação de minha parte e com certeza lhe causará também, é com respeito a notícia veiculada nos meios de comunicação do franelinha que foi preso devido roubar 2 queijos para alimentar sua família que estava passando necessidades.


O flanelinha Vanderverg Rosas Paiva, de 42 anos, foi preso nessa quinta-feira (17) sob a acusação de tentar furtar duas latas de queijo do reino de um supermercado em Casa Amarela, na Zona Norte do Recife. Pai de sete crianças, ele alegou que pretendia vender os dois queijos, que juntos custavam R$ 85, para comprar comida para sua família. Ele foi autuado em flagrante na Delegacia de Casa Amarela e levado para o Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.


Vanderverg vivia com a companheira, Andréia Miguel dos Santos, e os sete filhos em uma casa alugada por outra pessoa que quis ajudá-los, já que eles não tinham condições de arcar com os custos do aluguel. A família já viveu na rua. Segundo Andréia, o marido teria saído na manhã dessa quinta-feira (17), deixando apenas três pacotes de fubá na despensa.


Vendo esta notícia, chegamos a grandes conclusões com respeito e este acontecimento, nos causando indignação perante nossa constituição. Se este franelinha foi preso simplesmente por furtar 2 queijos par alimentar sua família, porque que os políticos que roubam milhões não podem ser presos também? Onde está a "justiça" nesta hora? Não seria igual para todos? Estas são apenas algumas perguntas que podemos fazer. Enquanto não for feita uma reforma na constituição brasileira, veremos sempre acontecimentos como este que causarão mais indignação ainda em nós.


Infelizmente, acredito que seja impossível que haja uma reforma nas leis brasileiras, primeiro porque quem estará mudando serão os políticos, os maiores "ladrões" deste país. Segundo que caso haja esta mudança, eles terão que dar o exemplo, coisa que não fazem. E por último, ninguém é "louco" em tomar iniciativa nesta reforma. Não apenas os políticos estão errados como também o governo estadual e até mesmo Municipal de Recife, que não averiguaram a situação desta família para fornecer ajudar por meio dos projetos para pessoas carentes. Enquanto os governantes fizerem "vista grossa" perante isso, veremos constantemente notícias como essas. É preciso que os governantes acordem um pouco e vejam a realidade que vive o Brasil, onde uns tem muito, e outros não tem nada para sobreviver.

2 comentários:

Lucas Matheus de Carvalho disse...

Grande Ivan. Pode até parecer redundância, mas a verdade é que a nossa Justiça precisa ser mais justa. Rever alguns conceitos na constituição seria mais do que fudamental, porém, os nossos políticos não parecem pensar nisso... Parabéns amigão!

Blog do Cláudio Henrique disse...

Meu amigo Ivan, a justiça brasileira anda doente desde a primeira Constituição, ainda no início da República.
A lei só serve para poucos, desviando-se assim do idealismo do Judiciário. a isenção.
Bela reflexão cara, abraços.