quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Não existe crime perfeito






Caros Amigos,

Como sempre escrevo sobre alguns programas de rádio e televisão, quero destacar este programa que passa na TV Record. Para aqueles que nunca tiveram a oportunidade de assistir um episódio, estarei mostrando o que cada um desses programas abordam em suas séries e mostrar a veracidade do ditado que fala que "não existe crime perfeito". O CSI Miami é uma série de televisão que mostra o trabalho de investigação criminal de uma equipe em Miami.



Após o grande sucesso da série original, uma segunda série nos mesmos formatos do CSI: Las Vegas foi criada. Surgiu, então a série CSI: Miami, que teve seu primeiro episódio derivado do episódio Cross-Jurisdictions da série original, ocorrido no final de sua segunda temporada e que foi ao ar em 9 de maio de 2002. Neste episódio, os CSIs Warrick Brown e Catherine Willows vão a Miami ajudar os CSIs locais a resolver o assassinato do ex-chefe de polícia de Las Vegas, que foi encontrado morto após uma festa em sua residência. Sua filha de 7 anos e sua esposa, porém, foram levadas para Miami.



A partir daí a equipe de Horatio Caine (David Caruso) Megan Donner (Kim Delaney), Eric Delko (Adam Rodriguez), Alexx Woods (Khandi Alexander) e Tim Speedle (Rory Cochrane) continuaram a série cuidando de casos misteriososo e muitas vezes inexplicáveis na ensolarada Miami. Ao longo da série ocorreram algumas mudanças de elenco com a saída de Kim Delaney e a entrada de Sofia Milos (Yelina Salas). Na terceira temporada o personagem de Rory Cochrane foi morto em um tiroteio e foi substituido por Jonathan Togo (Ryan Wolfe). Apesar dessas mudanças no elenco, a fórmula original de série não mudou. Os episódios geralmente apresentam um caso apenas e contém muito mais ação que o CSI original.



O programa CSI Miami vai ao ar toda terça-feira, logo após o programa "Ídolos". Já o CSI- Investigação Criminal vai ao ar toda sexta-feira e aborda a evidência. Essa nova e inteligente série dramática, é centrada na investigação da cena do crime, especialmente para o grupo forense do departamento de criminalística da polícia de Las Vegas. Analisando de uma maneira cruel e verdadeira cada detalhe das cenas dos crimes, não importa o quanto seja irrelevante ou grotesco, esses detetives tem a ciência e a experiência ao seu lado para a solução de crimes que pareciam ser insolúveis.

O grupo do CSI consiste em uma equipe de investigadores pouco convencionais. Baseando-se em suas experiências e instintos, esse grupo enfrenta o terror da cidade. Gil Grissom (William L. Peterson) é o esperto forense; Catherine Willows (Marg Helgenberger) é a stripper convertida em investigadora; e o Capitão Jim Brass (Paul Guilfoyle) é um sábio e experiente policial que já viu quase tudo na rua durante os seus 22 anos de trabalho.

Quem ainda não assistiu, não sabe o que está perdendo. Vale a pena assistir!!

2 comentários:

Francisco Castro disse...

É isso mesmo, quem pratica um crime mais cedo ou mais tarde será descorberto.

gisele_morenalight disse...

Concordo Plenamente...cometeu o crime...sempre sera descoberto e ainda acredito na justiça dos homens que tarda,mas não falha.