quinta-feira, 11 de setembro de 2008

07 anos do atentado terrorista nos EUA



Caros Amigos,


Nesta quinta-feira, 11, se completou 07 anos do atentando terrorista às torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York. Depois de serem atingidas por dois aviões que estavam em poder dos terroristas, a mando de Osama Bin Laden, chefe do grupo Al-Qaeda, as torres pegaram fogo. Em menos de duas horas, ambas desmoronaram, matando 3.000 pessoas, entre elas Bombeiros que estavam no local, resgatando as pessoas que estavam presas dentro dos prédios.


Além dos prédios, outros aviões tentaram atingir a Casa Branca, sede oficial do presidente dos EUA e o Pentágono, o local de estratégias do exército americano, sem sucesso, visto terem sido explodidos ainda no ar pelos oficiais o exército americano. Com este atentado, a cena de um país desenvolvido super pontente, mudou repentinamente da "noite para o dia".


Logo após o atentado, foi construído perto do local onde foram afixadas cerca de três mil bandeiras o "memorial do Pentágono", onde durante todo o dia receberá homenagens. Ainda hoje, a sociedade americana ainda tem dificuldades em lidar com o sentimento de medo e vulnerabilidade gerados após os atentados de 11 de setembro de 2001. A queda do World Trade Center, localizado no coração econômico do país, e o ataque ao Pentágono levaram o presidente americano George W. Bush a lançar sua "guerra contra o terror".


A captura do idealizador do plano, Osama Bin Laden, foi várias vezes prometida pelo presidente, que deixa a Casa Branca neste ano sem ter cumprido a missão, mas ressaltando que os EUA estiveram protegidos de outros ataques graças a suas medidas de combate ao terror. Para alguns especialistas no assunto, a prisão de Osama seria apenas uma questão simbólica. Ainda há muitas questões a serem respondidas sobre este atentado que nos causam dúvidas. Até hoje nós não temos uma real certeza de quem foram os responsáveis desses atentados e de que forma eles foram combinados dentro dos EUA.


Documentos políticos e da inteligência devem estar sendo produzidos. Ainda teremos que descobrir o que de fato foi o 11 de setembro, pois como diz o grande ditado, "o que a gente vê, é uma coisa; o que ele foi talvez possa ser alguma outra bem diferente".



Um comentário:

Blog do Cláudio Henrique disse...

Grande Ivan. O 11 de setembro foi ruim para os EUA, medonho para o Oriente e péssimo para a humanidade. Não é com terror que se paga o terror, então Fora Bush!!!
Belo texto vei, abraçao.