segunda-feira, 5 de maio de 2008

Caso Madeleine: 1 ano de mistério


Caros Amigos


Há exato 1 ano a população mundial acompanhava o desaparecimento da menina Madeleine, de 4 anos. Segundo os próprios pais da menina, o desaparecimento aconteceu no apartamento onde dormia com seus irmãos gêmeos durante as férias da família em Portugual. Os pais estavam jantando com amigos em um restaurante próximo ao apartamento onde estavam hospedados e quando voltaram notaram a falta da menina.


Este caso atraiu um enorme interesse pela mídia, assim como estão fazendo com o caso da menina Isabela. A investigação coordenada pela polícia judiciária portuguesa continua até hoje estagnada com este acontecimento. Houve manifestações perante toda a população mundial, até mesmo com um apelo do Papa Bento XVI pedindo que se houvesse alguém que tivesse sequestrado à menina que entregasse aos seus pais.


Enfim, todos nós ficamos apreensivos com este caso. Mas algo que chamou à atenção durante as investigações foi quando os próprios pais entraram na lista de suspeitos pelo desaparecimento após exames que encontraram uma seringa hipodérmica no quarto do casal e amostras de DNA de Madeleine no carro que haviam alugado 25 dias após o seu desaparecimento.


Com isso, a polícia sustenta a hipótese de que os pais tenham dado uma overdose de calmantes na menina para que ela dormisse enquanto jantavam com os amigos. Diante da morte acidental, eles teriam ocultado o corpo e dpeois transportado para outro lugar dentro do porta-malas do carro, segundo hipótese da polícia portuguesa.


Até hoje, seus pais promovem campanhas mundiais para encontrar a filha, mas nenhuma pista efetiva de seu paradeiro foi encontrada, o que é um grande mistério. Enquanto não é encontrado o paradeiro de Madeleine, seus pais continuam como suspeitos deste desaparecimento. Esperamos que este caso seja resolvido logo e que encontremos o verdadeiro bandido, assassino, enfim, a pessoa que fez essa barbaridade com esta menina linda que tinha um grande futuro pela frente.

Um comentário:

Blog do Cláudio Henrique disse...

Grande Ivan. Cara, este caso é misterioso e pra lá de desumano. Vivemos em um mundo que prega o consumismo, onde as pessoas valem crifrões, em vez de valerem pelos sentimentos e virtudes.
Por fim, quero parabenizar pelo texto e pelo posicionamento contundente. Abraços, amigão.