terça-feira, 15 de abril de 2008

Dengue no Rio: a culpa é de quem?


Caros Amigos


Em matéria veiculada pela TV Bandeirantes nesta segunda-feira, dia 14, na estréia de Boris Casoy no Jornal da Noite, causou certa repercussão e alguns pontos a serem esclarecidos. A matéria mostrava a briga entre os governos federal, estadual e municipal, colocando a culpa um no outro sobre essa epidemia de dengue que afeta toda a população do Rio de Janeiro.


Em seu programa matinal de rádio, o Presidente Luis Inácio Lula da Silva, destacou que os prefeitos e governos estaduais têm responsabilidade em combater a dengue. Já o governador e prefeito do Rio de Janeiro, enviaram a resposta colocando a culpa do governo federal declarando a falta de incentivo na criação de programas de concientização ao combate da dengue.

A culpa não é apenas do governo federal, estadual e municipal. Cada um tem sua parcela de culpa nisso que está ocorrendo na "Cidade Maravilhosa" que infelizmente essa frase só passa mesmo da música. A populção também tem sua parcela na culpa nesta epidemia. Se cada morador tivesse a concientização de preservar e cuidar do lugar onde mora, com certeza não veríamos esse grave problema.

Enquanto as autoridades discutem de quem é a culpa com respeito a esta epidemia, a população acaba sofrendo. Segundo os últimos dados fornecidos pela Secretaria Estadual da Saúde, cerca de 75 mil casos já foram notificados e, dentre esses casos, já foram confirmado a morte de 85 pessoas. Como já escrevi em meu artigo anterior, a culpa disso tudo é não só das autoridades como também da população.

Os governos realizam projetos de concientização ao combate, que na maioria das vezes, uma pequena parte da população ajuda. Falta um pouco de coragem e determinação da população no combate à dengue. Se todos empenhassem com garra e força, com certeza não teríamos esta cena lamentável em nosso País, mostrando o quanto poder tem apenas este "mosquito". Se todos fizerem sua parte, podemos esperar que as autoridades se empenhem em realizar sua parte também.

2 comentários:

Blog do Cláudio Henrique disse...

Salve, Ambrósio. Enquanto os homens de terno jogam a culpa entre si a população padece a cada dia, seja pela deficiencia de projetos eficazes de combate, ou pelas possilgas que sao os ambulatórios.
Em vez de ficarem proucrando "quem matou Odete Hoffman" deveriam arregaçar as mangas e trabalhar para sua população, que também deve ser mais cuidadosa.
Meu, grande texto, continue assim, irmaozao, falou.

Marília Lopes disse...

Nunca será demais falar sobre a Dengue. Um assunto antigo, mas ainda polêmico e que enfelizmente ronda toda a população. Falar sobre a Dengue é para quem realmente se preocupa com a sociedade. Muitas pessoas se esquecem que o mosquito do visinho também entra na nossa casa. Portando não adianta achar que se fizermos a nossa parte estamos impune. A conscientização tem que ser feita e deve. Te agradeço por fazer isso. Aliás tem o dom para escrever. Faz bem em usar a prol da comunidade. Parabéns!