segunda-feira, 22 de junho de 2009

Agradecimento


Caros Amigos,

Nesta postagem gostaria de fazer em nome do grupo no qual faço parte da equipe que está realizando o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) do 8º Semestre de Jornalismo em Araçatuba, agradecer aos jornalistas das grandes emissoras de rádio de São Paulo por contribuírem com nosso trabalho respondendo as perguntas que lhe foram enviadas.


Nosso trabalho de conclusão de curso consiste sobre o radiojornal na região de Araçatuba, englobando as cidades de Birigui e Araçatuba. Neste trabalho, estamos enfocando vários pontos, entre eles a maior quantidade de radiojornais no FM (Frequência Modulada) do que no AM (Amplitude Modulada), além da dependência dó jornal impresso de algumas emissoras ao passar as notícias.

A príncipio, nosso orientador Clemerson Mendes sugeriu que tanto eu como os demais integrantes do grupo, Cláudio Henrique, Ronaldo Ruiz e Rafael Martins fizéssemos entrevistas com proprietários, gerentes, repórteres e apresentadores das emissoras espalhadas nas cidades de Araçatuba, Birigui e Penápolis abordando os pontos que citei acima. Durante a elaboração das entrevistas, os integrantes do grupo sugeriram a possibilidade de estar enviando algumas perguntas para os profissionais das grandes emissoras de São Paulo sobre os pontos que estão acontecendo em nossa região, bem como as opiniões dos mesmos sobre como é fazer um radiojornal.

Foram enviadas perguntas para 11 profissionais e destas 09 responderam e se colocaram a disposição no qual faço um grande agradecimento, pois as respostas nos ajudaram e muito na elaboração do capítulo correspondente a opinião e análise destes profissionais. Por fim, quero destacar os profissionais que responderam as perguntas sendo três da Rádio Bandeirantes, dois da Rádio Capital AM, dois da Rádio Record, um da rádio Eldorado AM e um da Rádio Globo. Abaixo, você confere quais responderam as perguntas elaboradas:



Haisem Abaki, apresentador do radiojornal Primeira Hora pela Rádio Bandeirantes. Este profissional começou na Rádio e Jornal Diário de Mogi, em Mogi das Cruzes, interior de São Paulo, trabalhou como redator, repórter, editor e apresentador. Em 1991, seguiu sua carreira para a capital paulista, emprestando sua voz à Rádio CBN, antiga Excelsior, onde também exerceu várias funções. Em dezembro de 1998 veio para a Rádio Bandeirantes, fazendo reportagens especiais e o trânsito no helicóptero. No primeiro semestre de 2000, Haisem apresentou o Jornal do Meio-Dia e, a partir de agosto do mesmo ano, o Primeira Hora. Com os anos de reportagens de rua, Abaki desenvolveu uma sensibilidade sobre assuntos que envolvem o drama humano. Um ponto que não sempre é lembrado pelo jornalista foi o sofrimento das vítimas de um acidente ferroviário em 1987, em Itaquera.


José Paulo de Andradade, um ícone do rádio brasileiro e apresentador dos programas O Pulo do Gato e Jornal Gente. Nascido em São Paulo em 1942, jornalista, radialista e bacharel em Direito, José Paulo de Andrade se diz um profissional eclético. "Só não transmiti enterro, mas cheguei até a narrar luta livre na televisão". Em 1961, iniciou sua carreira como Rádio-Escuta do Plantão Esportivo da Rádio América de São Paulo. Convidado pelo titular da Rádio Bandeirantes, Pedro Luiz Paoliello, e sua referência na locução esportiva, José Paulo de Andrade ingressou na equipe de esportes em 1963 como apresentador dos boletins informativos. Em outubro do mesmo ano passou a trabalhar como locutor e narrador esportivo, atividade em que permaneceu até 1977. Entre 1977 e 1994, foi diretor do Departamento de Jornalismo da Rádio Bandeirantes, num período rico na vida política brasileira. Há mais de 30 anos, apresenta o "Pulo do Gato", um recorde no Rádio brasileiro. José Paulo de Andrade é parte viva da história da Rádiodifusão.



José Nello Marques, jornalista e apresentador do programa da Rádio Record "A Voz de São Paulo". Formado em Jornalismo, José Nello Marques começou na Rádio Clube de Garça, no interior paulista, em 1970, aos 14 anos. Em 1973 foi para a Rádio Verinha de Marília, onde trabalhou com Osmar Santos e Oswaldo Maciel, dois grandes narradores esportivos, que sempre serão lembrados por todos os ouvintes. Em São Paulo, trabalhou na Rádio Record/Jovem Pan, na época em que funcionavam juntas. Foi locutor comercial, setorista policial e repórter geral, até chegar a apresentador e comentarista. Também passou pelas rádios Globo/Excelsior, Capital e participou da criação da rádio CBN. Na televisão, Nello esteve na Record, Jovem Pan, TV CBI, Manchete e Bandeirantes, onde apresentou o programa Realidade. É correspondente do serviço brasileiro da Voz da América, emissora dos Estados Unidos e é diretor de Rádio e TV da Uniban, Universidade Bandeirante. Na Bandeirantes, apresentou, na década de 80, o programa Bandeirantes Acontece e o Jornal Gente, além de ter apresentado o Manhã Bandeirantes.



José Maria Scachetti que apresentou até o dia 05 de maio de 2009 o Jornal Verdade Capital 1040 pela Rádio Capital AM. Profissionalmente começou na Rádio Transmissora de Serra Negra, em 1965. Foi locutor da Rádio Jovem Pan de 1970 a 1972, apresentando os programas "Varig é dona da Noite" e "Show da Noite". Apresentou também o "Terceiro Tempo"; "Jornal da Manhã" e os boletins da programação noturna. No final de 1972, convidado por Hélio Ribeiro foi para a Rádio Bandeirantes onde apresentou "Bandeirantes a Caminho do Sol". Foi locutor em todas as áreas na Bandeirantes, assumindo a Coordenação de Programação da emissora. Em 1979, um novo convite de Hélio Ribeiro, fez com que Scachetti fosse o Coordenador de Programação e Locução na Rádio Capital que acabava de ser inaugurada. Na Rádio Capital ficou até 1982, quando retornou à Rádio Bandeirantes a convite de Samir Razuk. De volta a emissora do Morumbi, assumiu a Coordenação de Programação, paralelamente à Coordenação da Rádio São Paulo, que fazia parte do Grupo Bandeirantes. Foi "coringa" nessas duas emissoras, até 1989, quando se desligou e foi para a Rádio Gazeta a convite do então diretor Alberto Helena Junior, assumindo a Coordenação de Programação e apresentação de vários programas. Passou também pela Rádio América, onde ficou por quase 1 ano. Na Gazeta ficou até 1997, quando foi contratado pela Rádio Capital para apresentar os noticiosos da emissora. Este é apenas uma pequeno histórico de José Maria Della Guardia Scachetti, que já tem mais de 40 anos de profissão.



O atual apresentador do Jornal Verdade Capital 1040 Adriano Barbiero. Radialista, cantor e compositor, Adriano Barbiero nasceu no dia 22 de abril de 1981, no Hospital Santa Helena, localizado em frente ao Metrô São Joaquim, no centro de São Paulo. Sua paixão pelo Rádio e pela Música vem desde muito cedo. Aprendeu a gostar da profissão com seu pai, o radialista, cantor, jornalista e comunicador Altieris Barbiero. Sempre freqüentou com seu pai os estúdios, onde ficava fascinado com todos os equipamentos. Desde muito cedo demonstrou interesse pela arte do Rádio e da Música. Já passou pela Rádio América de São Paulo, Rádio Trianon AM, Rádio 9 de Julho e atualmente está na Rádio Capital AM. Vale lembrar que passou por diversas emissoras em Presidente Prudente e também Curitiba (PR), onde morou por algum tempo com seu irmão Altieris Junior, seu parceiro de composições e de batalhas. Em Curitiba, Adriano esteve ao lado do cantor Jerry Adriani, na Rádio Clube B2. Também passou pela Rádio Eldorado e Tropical AM.


Caio Camargo, apresentador do Jornal Eldorado Primeira Edição. O noticiário que vai das 05h às 09h traz para os ouvintes as principais notícias do dia, numa linha editorial especializada, com coberturas mais complexas e análise dos mercados financeiros nacionais e internacionais com o jornalista econômico Josué Leonel. O radiojornal traz também uma abordagem clara e objetiva dos fatos que acontecem nos bastidores do poder no país, potencializando assim a cobertura da emissora nos assuntos relevantes de política.




O narrador esportivo da Rádio Record e penapolense Jorge Vinícius que vem se destacando no rádio nas narrações dos campeonatos brasileiros e da Copa das Confederações. Jorge Vinicius já trabalhou na Band FM da cidade de Santa Cruz do Rio Pardo.









O apresentador do Jornal de Amanhã pela Rádio Bandeirantes AM Cesar Sacheto. O radiojornal antecipa o que será notícia em destaque no dia seguinte. Há a participação dos editores da primeira página dos principais jornais impressos do País. O noticiário traz informações completas do Brasil, de São Paulo e do mundo, entrevistas e reportagens, para o ouvinte terminar o dia bem informado. Reúne o essencial do que foi produzido pela Rádio Bandeirantes durante o dia. De segunda a sexta, das 22h30 à 0h, exceto nos dias de Jornada Esportiva.



O jornalista, comentarista esportivo e apresentador do radiojornal "O Globo Cidade" Osvaldo Pascoal. Ainda menino, Osvaldo Pascoal adormecia ao som do rádio no Pari, distrito da Zona Central de São Paulo. Na hora da escolha da profissão, não houve dúvida: queria ser jornalista. Ele começou sua carreira como repórter na Rádio Metropolitana de Mogi das Cruzes. Veio para a Rádio Globo pela primeira vez em 1986, trazido por Osmar Santos. Osvaldo foi repórter esportivo por dez anos na TV Bandeirantes e retornou à Globo, em 2004, para ser comentarista esportivo e apresentar o programa “Globo Cidade”. “O ‘Globo Cidade’ deixa a cidade mais próxima do cidadão. É uma espécie de porta-voz das reivindicações do povo paulistano”, explica. No programa, o ouvinte tem espaço para falar sobre os problemas de seu bairro e fazer um apelo para que as autoridades tomem providências. O “Globo Cidade” vai ao ar de segunda a sexta, das 17h às 18h.

A todos estes profissionais, o meu muito obrigado por cooperarem com este trabalho, cujo objetivo é mostrar o quão forte e importante o rádio é para todos nós, pois "O RÁDIO FOI E SEMPRE SERÁ O VEÍCULO MAIS RÁPIDO DE COMUNICAÇÃO ENTRE OS HOMENS".

2 comentários:

Cleber_mc disse...

Parabéns pela dedicação, depois ainda surge a remota chance da não obrigatoriedade de formação e diploma para o profissional de jornalismo, uma vergonha, mas como disse em comentários nos outros blogs, não podemos alimentar isso, o bom profissional sempre estará à frente. Mais uma vez meus parabéns, é assim que se forma um grande profissional.

Anônimo disse...

Que história bonita. " A esperança de reencontrar o filho". Nos mostra que não devemos desistir, as vezes pode parecer que tudo acabou, mas quando lutamos pelo que queremos vemos uma luz no fim do túnel, onde desperta a esperança novamente em nós.Essa senhora apensar de ser de idade nos ensina que nós não devemos desistir. E que a esperança que a senhora tem em rever o filho, seja concebida.
ASS: Anonimo